Rafael Fortes, Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro/UNIRIO (Rio de Janeiro, Brazil)

Rafael Fortes is Professor of Communications in the Departamento de Ciências Sociais at UNIRIO. He is also affiliated with the Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) where he coordinates doctoral and master’s level research.

Fortes was born in Niterói (RJ), where as a child he spent many weekends catching waves and bodyboarding at the beaches of ‘the strong,’ São João e Imbuí. As a teen, he began to frequent Itacoatiara and listening to rock and surf music on Fluminense FM, although he ultimately ended up trading bodyboarding for other sports. He’s lived in the city of Rio de Janeiro since 2006, when he started his personal blog.

surfe_nas_ondas-200x270Between 1997 and 2006, Fortes studied at the Universidade Federal Fluminense. During this period, he earned degrees in Communications/Journalism and in History, culminating in his M.A. and doctorate in Communications. Upon writing his doctoral thesis in 2005, he decided to embrace surfing as an object of study. His dissertation was republished as the book O surfe nas ondas da mídia: esporte, juventude e cultura (Apicuri/Faperj, 2011).


comunicacao_e_esporte

 

 

Fortes works between the fields of Communications and History, fields that give name to LaCHi (Laboratorio de Comunicação e História), a research laboratory that he coordinates. In Communications, he serves as co-coordinator (2014-2016) of the Comunicação e Esporte research group of the Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM). He recently coordinated the volume Comunicação e Esporte: reflexões a partir do cinema (7 Letras/Faperj, 2014).

pesquisa_historica_-_capa_site_1

 

In the History realm, he is active in the research group Sport: Laboratório de História do Esporte e do Lazer, on the staff of the blog História(s) do Sport, and as Executive Editor of Recorde: Revista de História do Esporte, the first scientific journal dedicated to the History of Sport in Latin America. He has coordinated the History of Sport themed conference of the Associação Nacional de História (ANPUH), both nationally (2013 & 2011) and in the state of Rio de Janeiro (2014, 2012 & 2010). Amidst all of his service work, Fortes also co-authored Pesquisa histórica e história do esporte (7 Letras/Faperj, 2013).

 

 

 

Among other interventions, his published work on surfing includes:

Making Surf Media in Brazil: Social Agents and the Organization of Surfing in the 1980s

Novos formatos, antigos discursos: representações do surfe no cinema brasileiro (1991-2006)

Sobre as ondas: surfe, juventude e cultura no Rio de Janeiro dos anos 1960

Surfe feminino, indústria do surfwear e promoção da África do Sul: uma análise de A Onda dos Sonhos 2

Surfing in the Movies and the Brazilian Society in the Transition from the 1970s to the 1980s


Rafael Fortes é professor de Comunicação no Departamento de Ciências Sociais da UNIRIO. Integra também o corpo permanente do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Estudos do Lazer da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), onde orienta pesquisas de mestrado e doutorado.

Nasceu em Niterói (RJ), onde, na infância, passou muitos fins de semana pegando onda de morey (bodyboard) nas praias dos fortes de São João e Imbuí. Na adolescência, começou a frequentar Itacoatiara e ouvir rock e surf music na Fluminense FM, mas acabou trocando o bodyboard por outros esportes. Vive na cidade do Rio de Janeiro desde 2006, ano em que começou seu blogue pessoal.

Entrou na Universidade Federal Fluminense em 1997 e ficou até 2006. Neste intervalo, cursou graduações em Comunicação Social/Jornalismo e em História, além de mestrado e doutorado em Comunicação. Ao escrever o projeto de doutorado, em 2005, resolveu abraçar o surfe como objeto de estudo. Da tese saiu o livro O surfe nas ondas da mídia: esporte, juventude e cultura (Apicuri/Faperj, 2011).

Transita entre a Comunicação e a História, áreas que dão nome ao LaCHi, laboratório que coordena. Na Comunicação, participa e é vice-coordenador (2014-2016) do grupo de pesquisa Comunicação e Esporte da Sociedade Brasileira de Estudos Interdisciplinares da Comunicação (INTERCOM). Organizou o livro Comunicação e Esporte: reflexões a partir do cinema (7 Letras/Faperj, 2014).

Na História, atua no grupo de pesquisa Sport: Laboratório de História do Esporte e do Lazer, na equipe do blogue História(s) do Sport e como editor-executivo de Recorde: Revista de História do Esporte, primeiro periódico científico dedicado ao tema na América Latina. Foi coordenador do simpósio temático de História do Esporte da Associação Nacional de História (ANPUH), tanto em âmbito Nacional (2013 e 2011) quanto no estado do Rio de Janeiro (2014, 2012 e 2010). Escreveu, a oito mãos, o livro Pesquisa histórica e história do esporte (7 Letras/Faperj, 2013).

Entre os artigos relacionados ao surfe que publicou estão:

Making Surf Media in Brazil: Social Agents and the Organization of Surfing in the 1980s.”

Novos formatos, antigos discursos: representações do surfe no cinema brasileiro (1991-2006).”

Sobre as ondas: surfe, juventude e cultura no Rio de Janeiro dos anos 1960.”

Surfe feminino, indústria do surfwear e promoção da África do Sul: uma análise de A Onda dos Sonhos 2.”

Surfing in the Movies and the Brazilian Society in the Transition from the 1970s to the 1980s.”